Home / A Semeato / Institucional

Institucional

Desde a era colonial, a agricultura tem sido a maior responsável pelo crescimento da economia brasileira. Nos anos 60, no Brasil, a maior parte do maquinário agrícola era importada.

Em 1965 foi fundada a Mecânica Agrícola Rossato Ltda, em Passo Fundo, RS. A empresa tinha como principal objetivo suprir a falta de peças de reposição, e foi a responsável por lançar os primeiros implementos agrícolas fabricados no Brasil, na década de 70.

Em 1970, a fábrica da Semeato, situada no bairro Vera Cruz, em Passo Fundo, expandiu-se e outra unidade foi adquirida. Eram anos de grande expansão e desenvolvimento, e a agricultura era incentivada pelo governo. Os custos dos equipamentos para a agricultura tinham juros zero, e isso contribuiu para uma década importantíssima para a empresa.

Dentre as tecnologias que foram aplicadas nessa época, estavam:

  • - Discos ondulados e estriados para plantio direto;
  • - Kit para aplicação de inseticida;
  • - Abridor de sulco para plantio de milho;
  • - Compactador para plantio direto;
  • - Compactador de plantio de algodão;

Foi nesta época que surgiram os kits para diversificação das culturas como amendoim, algodão e outras. As máquinas saíam de fábrica montadas para grãos miúdos e com ajuda desses kits, podiam ser usadas para outras culturas.

As primeiras máquinas eram feitas com caixas de fibra de vidro e mais tarde, desenvolveu-se o sistema de rotomoldagem. A SG, primeira máquina da Semeato, foi feita ainda nos anos 60, totalmente de chapa de aço zincada (na caixa de adubo/semente) e estruturada com cantoneiras. Vinda do Grupo Gerdau, e fornecida pela siderúrgica Nacional de São Paulo, era praticamente toda em aço. Esta máquina foi comercializada pela primeira vez para o Sr. Beckoff, de Carazinho.

Com a grande expansão da economia agrária, na década de 60 e 70, a empresa mudou seu nome para Semeato, adotando um papel inovador e pioneiro na indústria.

Nos anos 80, a Semeato concentrou seu potencial no desenvolvimento de máquinas e implementos com tecnologia avançada, proporcionando aos agricultores aumento da produtividade. Foi em 1982 que a empresa lançou no mercado a primeira semeadora destinada ao Plantio Direto: a TD 300. A máquina foi consagrada na época, e ainda hoje é utilizada por alguns produtores. Dessa forma, a empresa se tornou fundamental na introdução e divulgação do plantio direto, um sistema ecologicamente sustentável e economicamente viável que se propagou pelo mundo.

Para ter excelência nos processos de fabricação e certificação da tecnologia de seus produtos, a Semeato se verticalizou adquirindo unidades operacionais como a Fundição (1978), Aciaria (1982) e Fábrica de Discos Cavalinho (1982).

De 1993 até 1998, foi feita uma parceria inédita entre empresas públicas e privadas, e foi criado o Programa Metas: um programa de viabilização e difusão do Sistema de Plantio Direto no Planalto do Rio Grande do Sul. Empresas privadas, Semeato, Monsanto, Agroceres, Adubos Trevo, Calcário Fida, Jacto e Agrícola Extremo Sul se uniram com a finalidade de viabilizar projetos de pesquisas executados pela Embrapa, que também era responsável por realizar as investigações técnicas e treinamentos. O projeto tinha a assistência técnica pública (Emater) e privada (cooperativas), e o seu objetivo era capacitar os técnicos para dominar o novo sistema.

Foram treinados 298 técnicos de 188 municípios no Estado do RS. Os técnicos treinados tinham como contrapartida difundir o Sistema em suas áreas de atuação. Isso resultou em 2.400 eventos como, por exemplo, demonstrações, excursões e seminários, abrangendo aproximadamente 90.500 pessoas. O resultado foi surpreendente. O projeto passou a englobar todo o Estado do RS, e a área de Plantio Direto na região passou de 320.000 hectares em 1993, para mais de 1.000.000 de hectares em 1998. O desenvolvimento da semeadora SHM também foi resultado deste programa, com a finalidade de viabilizar o Sistema junto aos pequenos produtores.

A participação contínua no campo, junto aos produtores, resultam em conhecimento e tecnologia, base para o desenvolvimento de equipamentos de Plantio Direto. Atualmente esse sistema está presente no Brasil e em mais de 50 países, dos cinco continentes.

Semeato S/A Implementos AgrícolasRua Camilo Ribeiro, 190, São Cristóvão
99060-000 – Passo Fundo – RS